Thiago Brava lança EP “Um Violão e uma Catuaba”

Uma semana após lançar pela gravadora MM Music o single “Dona Maria”, que conta com a participação de Jorge, da dupla Jorge & Mateus, o cantor Thiago Brava apresenta as outras quatro faixas que completam o EP “Um Violão e uma Catuaba”, também divulgado pela gravadora digital, MM Music.

Com lançamento nas principais plataformas de áudio nesta sexta-feira (27), o novo álbum do artista, com produção de Wilibaldo Neto, tem o diferencial de um repertório feito em voz e violão, formato musical que até hoje Brava só tinha apresentado nas horas vagas e nas rodas de viola com os amigos.
“Por incrível que pareça cantar só voz e violão é o jeito que eu mais gosto”, confidencia o artista conhecido por hits, memes e músicas com expressões que viralizaram como “Manda Nudes” e “Se For Para Não Causar Eu Nem Vou”.

Mesmo em arranjos menos agitados e dançantes, Thiago Brava não deixou de lado sua irreverência. As letras das músicas mantêm o estilo jovem que marca a carreira do goiano e que o fez colecionar hits ao longo dos anos, entre eles “Namora Bobo” e “Lei do Desapego”, esta que fez parte da trilha sonora da novela global “Sangue Bom”.

Thiago Brava teve uma semana para a gravação do novo trabalho, desde a ideia até o dia das filmagens, que foram realizadas em Goiânia (GO). As imagens serão liberadas em formato de clipe no Youtube em breve e vão gerar um DVD.

Já no Youtube, a faixa “Dona Maria” tem tido ótima repercussão entre o público. O vídeo já ultrapassa 5 milhões de visualizações e desde o lançamento se manteve entre os destaques nas plataformas de áudio. CLIQUE AQUI E CONFIRA!

Faixa a faixa por Thiago Brava

1 – “Dona Maria” (Thiago Brava/ Thiago Aloisio/ Lucas Aloisio): Essa música foi feita três dias antes da gravação com o Jorge. Eu fiz o convite para o Jorge de sábado para domingo. Ele chegou lá na segunda-feira para gravar com a música na cabeça. A gente quis fazer um lance bem em reggae mesmo, mas também trazendo essa essência sertaneja do Jorge e para ter a nossa cara ali misturada no reggae. Essa música foi muito rápida e sobrenatural.

2 – “Distanciou” (Kito): Quando o Kito apareceu com essa música, logo a gente percebeu que teria quer ser uma faixa que falasse uma linguagem bem diferente do que estou acostumado e a gente tinha que acertar no arranjo legal, que ficasse gostoso. Mudamos algumas coisas na melodia junto com o Wilibaldo Neto [produtor do EP] e o resultado foi incrível. Para mim é uma das que mais estou apaixonado no disco. Ela ficou com uma melodia muito bonita e uma letra muito legal. Acho que o público vai gostar dela.

3 – “Não Desgrudo Mais” (Léo Soares/ Thi Soares/ Kito/ Kadu): É uma composição que chegou no mesmo dia da “Distanciou” e ela tem trechos em que parafraseia algumas músicas do Charlie Brown Jr., que é um grupo que eu escutei na minha adolescência e é um pouco da minha raiz musical. Quem na faixa ou beirando os 30 anos nunca ouviu ou era fã do Chorão?! Ele conta uma história de um cara que viu uma menina na balada, e foi bem naquela hora que tocou aquela do Charlie Brown., e é “Tão Natural quanto a luz do dia”, e a gente canta um pedacinho da música. Meio que para poder recordar a adolescência da minha turma e da galera da minha idade que curtia o grupo há 15 anos.

4 – “Passarinho” (João Fernando): É uma das músicas mais “Thiago Brava” desse disco. Conta a história de um homem que tinha um amor por uma mulher que ela gosta de ler livro, mas ele espera o livro virar filme porque tem preguiça de ler; que ela quer ter um filho e ele, três; quando ela quer ter filho, ele quer viajar; o cara era como se fosse um passarinho que ficava se protegendo da mulher. Eu toco ukulele, que é um instrumento bem suave. É uma das minhas preferidas também.

5 – “Canudinho” (*Mauricinho Araújo): Escutei no dia que fomos gravar o DVD, quando estávamos finalizando os arranjos das outras músicas. Um amigo me mostrou e disse que tinha sido gravado por um artista do Sul, chamado Rato. A gente nem tinha autorização, mas achamos legal gravar mesmo assim e ver o que dava [risos]. Eu tinha vontade de colocar gaita na música e acabamos colocando lá na hora. Ela apareceu três horas antes da gravação.

Fonte: Sertanejo Top

COMPARTILHAR