Luan Santana anuncia novo projeto

Luan SantanaLuan Santana reuniu a imprensa na tarde desta quarta-feira, 10, em São Paulo, para falar sobre os detalhes de seu próximo DVD, que será gravado entre mulheres. O último trabalho do cantor foi um projeto acústico, gravado em dezembro de 2014 e, lançado, em 2015.

Sempre gostei de fazer coisas diferentes, sempre quis trazer um assunto pros discos, do que as pessoas conversam na rua e quis celebrar a mulher nesse DVD. Seria só um registro em vídeo antes. O mais legal é que vai mostrar tudo, desde que tive a ideia. Todo processo de criação“, contou ele.

As participações confirmadas para cantar ao lado de Luan nesse novo trabalho são de Ana Carolina, Anitta – como vinha sendo cogitada -, Sandy, Marilia Mendonça e a atriz Camila Queiroz.

Ivete Sangalo, que recentemente convidou Luan para participar de sei DVD, trocou o convite e também vai participar dessa do álbum intitulado “1977”. O nome, aliás , é com base no ano em que foi criado o dia internacional da mulher pela ONU.

Parti de um simples princípio (para escolher as convidadas): quem sempre quis cantar. Sandy sempre quis cantar, desde criança . Ivete admiro muito. Tem que combinar . Depois dos seis, queria uma de cada estilo . Não queria só do sertanejo“, falou ele.

“Camila foi muito engraçado. Vi snap dela cantando uma música do filme ‘Jogos Vorazes’. Mas eu nunca tinha ouvido. Quando vi, pensei ‘ela canta, hein?’, mas ela estava dublando. Queria uma surpresa. Ela cantou afinadinho e ficou lindo”, revela o cantor, que nega qualquer clima com a atriz. “A gente se encontrou três vezes, somos só amigos mesmo”, garante. Luan ainda falou sobre a fase solteria, após terminar novamente o namoro com Jade Magalhães. “Não quero algo sério agora. Acabei de me separar da Jade. Estou aproveitando”, disse o sertanejo.

Luan contou que não haveria melhor hora para esse projeto, tanto pela ótima fase das mulheres na música quanto pelo momento de empoderamento feminino. “Tudo a ver com o empoderamento das mulheres. Juntou tudo que eu tava vivendo, vendo. Para o título, peguei reverência da Beyoncé , que chamou o trabalho de limonada (“lenonade”), que era algo que os negros tomavam porque achavam que ia clarear a pele. Achei muito legal. Então peguei o 1977, que é o ano que a ONU criou o dia internacional das mulheres”.

Se tantos nomes foram lembramos para o álbum, Luan fez questão de lembrar o nome que é a maior referencia feminina na vida dele. “Minha mãe , sem dúvida nenhuma . Foi a pessoa que mais me incentivou desde o começo . Veio ela na cabeça na hora quando fui fazer tudo”, comentou ele, que acredita até que seria uma ótima ideia te-la no DVD. “Minha mãe canta, canta com meu pai. Seria muito legal chamar ela. Ela tem uma vergonha, até um medo . Mas meu pai quando está ‘tomado’, faz ela cantar (risos)”, brincou ele.

Escolha das músicas

Luan contou que uma das partes mais difíceis do projeto foi escolher as músicas, adaptando assim. Cada um no seu ritmo. “Foi o Maior desafio. No caso, eu não podia cantar o que elas cantam e elas não podiam cantar o que canto. Tinha que achar o meio termo. Esse negócio de compor é muito identidade”, comentou ele, que terá como única sertaneja sonhado dele a cantora Marilia Mendonça.

Sobre o convite, aliás, ele explicou o Motivo de ter ela no DVD e, não, Paula Fernandes, por exemplo. “A Marilia foi muito natural. Nos encontramos em um Show em São Luís e chamei ela para cantar. Senti uma coisa muito gostoso, uma cantora genial. A Paula, tenho um carinho enorme por ela. A gente Está com um projeto em andamento e talvez seja por isso que pensei em colocar outra artista”.

O nome de Paula segue como sonho para um possível segundo projeto nessa linha. “A Maria Gadu também, que entramos em contato para esse”.

Fonte: EGO

Deixe um comentário

comentários