Bruno & Marrone lançam “Enquanto eu brindo cê chora”

Um desejo antigo de Bruno, gravar um DVD como um ensaio, sem grandes produções e primando, principalmente, pelo qualidade do repertório. Desde 2011 a dupla não lançava um trabalho totalmente inédito, neste serão 21.

Gravado em dezembro de 2016 em um hotel fazenda no interior de São Paulo, Ensaio, teve como cenário a Fazenda Dona Carolina, local ideal para este momento intimista de Bruno & Marrone e, “Enquanto eu brindo cê chora” (Diego Ferrari/Franco Levine/Cínara Souza/Thais Miziara) é aquele tipo de canção feita para as vozes da dupla, quem acompanha Bruno & Marrone, seguramente, terá a mesma percepção. No próximo dia 09 de fevereiro será o lançamento nacional da faixa em rádio.

Confira o vídeo de “Enquanto eu brindo cê chora”

Letra

Pois é
Mas que surpresa cruzar com você depois de tanto tempo
Na mesa ao lado, sentada, sozinha sei que está me vendo
O mais engraçado foi ver sua cara

Tentando não chorar
Desesperou quando percebeu alguém aqui no seu lugar
Pegou telefone, fingiu estar falando, só pra disfarçar
Te ver desse jeito chorando só vai piorar

Enquanto eu brindo cê chora
Porque não levanta da mesa, tem táxi lá fora
Você se achava perfeita, insubstituível
Te ver desse jeito chorando era tão previsível
Enquanto eu brindo cê chora

Enquanto eu brindo cê chora
Porque não levanta da mesa, tem táxi lá fora
Você se achava perfeita, insubstituível
Te ver desse jeito chorando era tão previsível
Enquanto eu brindo cê chora

Deixe um comentário

comentários